É com satisfação que fazemos chegar ao seu conhecimento os Anais com informações gerais, resumos e versão completa das comunicações científicas apresentadas, bem como os resumos dos pôsteres veiculados durante o II Congresso de Pesquisa e Ensino em História da Educação em Minas Gerais (II COPEHE-MG), realizado em Uberlândia, Minas Gerais, de 6 a 9 de maio de 2003, com o propósito de dar continuidade ao esforço do primeiro congresso, realizado em 2001, em Belo Horizonte, com vistas à divulgação dos resultados de pesquisas científicas e reflexões sobre o ensino da área de História da Educação.

Em Minas Gerais, a dimensão territorial e a própria configuração geográfica do estado acentuam a dispersão da produção e dificultam o diálogo entre os pesquisadores da área. Desse modo, o evento consolidou-se como espaço de discussão, reflexão e busca de novos caminhos para o ensino e para a pesquisa na área.

O II COPEHE-MG reuniu mais 600 acadêmicos, entre conferencistas, organizadores, expositores de trabalhos e assistência. Para viabilizá-lo uniram-se, a partir da liderança do Núcleo de Estudos e Pesquisa em História e Historiografia da Educação, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia, o Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM), as Faculdades Integradas de Patrocínio (FIP), a Universidade de Uberaba (UNIUBE), o Instituto Superior de Ensino e Pesquisa de Ituiutaba (ISEPI) e Instituto Superior de Educação de Ituiutaba (ISEDI), ambos vinculados a Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG). Contou-se com o patrocínio do Instituto Algar e da Unimed Uberlândia e com o apoio da Secretaria de Municipal de Cultura de Uberlândia e de diversas empresas privadas.

As conferências e mesas-redondas ocorreram no período da manhã e da noite, visando tornar possível ampla participação dos universitários da região, incluindo apresentações de importantes intelectuais da área de História da Educação que agregam também larga experiência no ensino de História da Educação, provenientes das mais destacadas universidades do país e de Portugal, a saber: Dermeval Saviani, Luciano Mendes de Faria Filho, José Carlos Souza Araújo, Maria de Lourdes Albuquerque Fávero, Marta Maria Chagas de Carvalho, Armando Martins de Barros, Ester Buffa e Justino Magalhães, com temáticas relacionadas a questões teóricas e práticas do campo da pesquisa e do ensino de História da Educação. Esta estruturação oportunizou, de modo particular, a efetivação de um balanço das investigações em História da Educação sobre Minas Gerais e o intercâmbio de experiências entre os pesquisadores e grupos de pesquisa existentes, conforme pode-se ver no item “Programação” desses Anais.

Para as sessões de apresentação de comunicações e pôsteres, foram recebidas 183 propostas de trabalho, dentre as quais foram aprovadas pelo Comitê Científico 151, sendo 109 comunicações e 42 pôsteres, distribuídos em 11 Eixos Temáticos, indicados no quadro a seguir:



Quadro – Comunicações e pôsteres aprovados pelo Comitê Científico por eixo-temático no II COPEHE-MG

Eixos Temáticos
Modalidades
Parcial
%
Comunicações
Pôsteres
1
Fontes, categorias e métodos de pesquisa em História da Educação
14
05
19
12,6 %
2
Pensamento educacional
03
02
05
3,3 %
3
Profissão docente
11
02
13
8,6 %
4
Gênero e etnia
03
00
03
2,0 %
5
Imprensa e Educação
12
00
12
7,9 %
6
Impressos Educacionais
01
01
02
1,3 %
7
Práticas escolares e processos educativos
21
05
26
17,2 %
8
Instituições educacionais e/ou científicas
24
20
44
29,2 %
9
Ensino de História da Educação
01
01
02
1,3 %
10
Estado e políticas educacionais
14
05
19
12,6 %
11
Historiografia da Educação
05
01
06
4,0 %
Sub-Total
109
42
Total
151
100%

A aprovação de 151 trabalhos demonstra um crescimento de aproximadamente 147% em relação ao número de trabalhos apresentados no I Congresso (61), o que evidencia o processo de consolidação vivenciado pela pesquisa sobre a história da educação em Minas Gerais. Dentre as propostas aprovadas, há concentração de trabalhos sobre as instituições educacionais (29,2%) e sobre práticas escolares (17,2%), com dispersão entre os demais eixos, destacando-se a baixa freqüência de estudos relacionados aos eixos temáticos de Pensamento Educacional (3,3%), Gênero e Etnia (2,0%), Impressos Educacionais (1,3%), Ensino de História da Educação (1,3%) e Historiografia (4,0%).

Preliminarmente, coloca-se a necessidade de incrementar a pesquisa nestas áreas de baixa freqüência de produção de trabalhos, sobretudo, as referentes ao eixo-temático Ensino de História da Educação, que alcançou percentual muito baixo em relação à importância conferida pelos acadêmicos da área à temática.

O II Congresso de Pesquisa e Ensino em História da Educação expôs a consolidação da pesquisa em História da Educação em Minas Gerais, com ampliação dos espaços institucionais nos quais a mesma se desenvolve, conforme pode ser observado pela diversidade geográfica das instituições de educação superior às quais se vinculam os autores dos trabalhos apresentados no evento.

A todos que tornaram possível a realização do II COPEHE e que dele participaram, nosso agradecimento.

Prof. Dr. Décio Gatti Júnior
Coordenador Executivo e Membro da Comissão Organizadora do II COPEHE-MG



Colégio Nossa Senhora das Graças  em 1931,  Patos de Minas Colégio Santa Tereza em 1939,  Ituiutaba Ginásio Mineiro de Uberabinha em 1929, Uberlândia Colégio Dom Lustosa em 1933, Patrocínio Colégio Nossa Senhora das Dores  em 1939, Uberaba :: Página Principal ::